Terceira

Terceira
Nas paisagens bucólicas recortadas pelas hortênsias do seu interior escondem-se segredos como o Algar do Carvão. É uma gruta escavada pela lava a uma profundidade impressionante que proporciona a experiência de passagem do mundo da luz - cheia de exuberância vegetal - às trevas, com uma acústica que pede canto gregoriano, quase o ouvimos. No fundo um grande lago que estremece as entranhas da terra. É passear nos intestinos de um vulcão em actividade, agora fóssil.
Angra do Heroísmo é uma cidade que apetece percorrer a pé, com um jardim maravilhoso e cheia de gente descontraída e simpática. Nota comum em todos os açorianos. Traços de personalidade que marcam tanto o sentir das ilhas como o mar, a geografia ou as brumas.
O Monte Brasil é uma pequena península que avança pelo mar carregada de floresta onde se encontra a imperdível Vigia da Baleia, um miradouro branco, com uma casinha que protege do sol quem ali vá. À sua frente o mar cristalino e azul, e com sorte a emoção de avistar cetáceos brincalhões ou pesados.
Há mais, toda a costa sudoeste é bonita e se decorrerem as festas de Verão, não perder a tourada de corda, única no país, a única que não choca os defensores dos direitos dos animais – touro e homem, mano a mano – apenas uma corda limita o bicho de não correr mais do que uma certa extensão. Em Porto Judeu por exemplo, O resultado é hilariante. O touro chega a parecer aqueles cães que correm por tudo e por nada à caça de uma bola. Por vezes acerta-lhe.





Sem comentários:

Enviar um comentário